Trata-se do conjunto de diretrizes que devem ser adotadas com o objetivo de garantir a qualidade da vacinação, para que se alcance o máximo de proteção com o menor risco de danos à saúde.

Para que esse objetivo seja atingido, alguns pontos são fundamentais:

  • A equipe deve estar treinada e atualizada em relação aos procedimentos e às vacinas.
  • O controle da cadeia de frio deve ser efetivo.
  • A carteira de vacinação deve ser analisada para avaliar quais vacinas precisam ser administradas e quantas doses serão necessárias.
  • A técnica de aplicação deve ser adequada às características de cada vacina.

Os cinco “CERTOS” da vacinação

Cuidados a serem observados pelo vacinador:

  • Paciente Certo: confirmar o nome do paciente para evitar a aplicação em pessoa errada.
  • Vacina Certa: conferir pelo menos três vezes qual vacina deve ser preparada para administração.
  • Momento Certo: analisar cuidadosamente a carteira de vacinação para ter certeza de que é o momento correto para administrar determinada vacina.
  • Dose Certa: administrar a dose correta. O cuidado deve ser redobrado quando a apresentação da vacina for multidose.
  • Preparo e Administração Certos: preparar a vacina de acordo com sua apresentação. Exemplos: diluir o pó da vacina com o conteúdo inteiro do diluente; não agitar a vacina com força após a diluição; aspirar todo o conteúdo, quando a vacina for monodose, e a dose correta quando esta for multidose; utilizar a agulha correta e escolher a melhor área para a aplicação da vacina — se subcutânea ou intramuscular, na perna ou no braço.

O paciente deve observar se:

  • As vacinas estão armazenadas em refrigeradores adequados.
  • Os refrigeradores possuem controle de temperatura.
  • A temperatura dos refrigeradores está entre +2°C e +8°C.
  • As vacinas são retiradas dos refrigeradores apenas no momento do preparo para administração.
  • A caixa da vacina está lacrada.
  • A vacina que será administrada é a vacina que deve ser aplicada.
  • A vacina está dentro da validade.
  • A vacina está sendo preparada no exato momento de sua administração.
  • A agulha e seringa são descartáveis.
  • As seguintes informações foram registradas em sua carteira de vacinação: nome e lote da vacina; data de aplicação e data de retorno, quando houver necessidade de mais doses ou reforços.
  • As orientações sobre possíveis eventos adversos foram informadas.
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn