Armazenamento, conservação e manuseio de vacinas Covid-19

  • É responsabilidade da equipe de enfermagem da sala de vacinação, fabricantes e distribuidores garantir a qualidade do imunobiológico e manter a cadeia de frio.
  • O armazenamento e o manuseio incorretos podem reduzir a eficácia da vacina, resultando em respostas imunológicas inadequadas e proteção insuficiente contra a doença.
  • O controle rigoroso da temperatura deve ser mantido durante todo percurso: da saída do fabricante até o momento da aplicação. As vacinas não deverão ser usadas se forem expostas a temperaturas fora do recomendado — nesses casos, a Coordenação Estadual de Imunização e/ou o fabricante devem ser imediatamente notificados. Se houver suspeita de quebra da cadeia de frio, as vacinas devem permanecer sob a temperatura preconizada até que tenhamos dados quanto à possibilidade de se utilizá-las ou descartá-las.
  • As vacinas precisam estar acondicionadas em equipamentos que garantam a manutenção da temperatura adequada durante toda atividade de vacinação. Se a vacinação ocorrer fora da sala de vacinação, como em residências e drive thrus podem ser utilizadas caixas térmicas exclusivas para as vacinas. As temperaturas devem ser monitoradas rigorosamente, com termômetros próprios, e registradas no mapa de temperatura. Nunca armazene e transporte vacinas sem termômetro.
  • A quebra na cadeia de frio pode exigir a aplicação de doses extras, o que aumenta os custos para os serviços de saúde e compromete a confiança da população nas vacinas.
  • Mais importante: os indivíduos que recebem vacina com eficácia reduzida e recusam a revacinação por falta de confiança permanecem suscetíveis à COVID-19. As práticas adequadas de armazenamento e manuseio são essenciais para a proteção de indivíduos e comunidades.
  • Toda a equipe (profissionais de saúde, motoristas e equipe de apoio) que realizará o monitoramento, o transporte e o manuseio das vacinas deverá ser treinada e orientada sobre todos os cuidados para mantê-las em condições adequadas de conservação.
  • As caixas térmicas nunca devem ser expostas ao sol.

As condições de temperatura necessárias para a conservação das vacinas podem variar de acordo com o produto. Clique para saber mais.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn